O melhor lugar para escalar no Estado de São Paulo

São Bento do Sapucaí tem se convertido num polo importante de escalada no estado de São Paulo e de todo o Brasil devido a quantidade e qualidade da rocha, que oferece possibilidades para todos os estilos de escalada possíveis, vários setores de boulder e esportiva e um espaço privilegiado para a escalada tradicional e de aventura no Complexo Pedra do Baú. 

Esta seção do site será dedicada exclusivamente à escalada, feito de escaladores para escaladores e com o objetivo de facilitar a informação dos setores, acessos, regras e restrições locais, para ajudar a divulgação do esporte mas de uma forma consciente para que todos possamos continuar aproveitando as maravilhas da região.

 

Tanto o site como esta seção estão em construção, iremos aumentando e melhorando o conteúdo conforme for possível mas não pretende ser um "guia" nem dar informação especifica das vias o setores, para isso temos o guia físico "Manual de Escaladas Pedra do Baú e Sul de Minas" do Eliseu Frechou, disponível para consulta e venda no Luna Hostel.

Boulder

Regras básicas para todos os setores de boulder: Seja educado e cordial com os proprietários dos terrenos, não e permitido escalar a noite então arrume suas coisas e saia do setor antes de anoitecer, NÃO FUME, não faça fogueira ou acenda fogareiros.

Akira: Ótima opção para uma escalada rápida, perto da cidade, sem aproximação e com vários Boulders bonitos, sombra de manhã cedo ou final de tarde.

Monjolinho: Hoje em dia é um dos melhores setores de Boulder na região, também perto da cidade e com aproximação de curta a meia dependendo do Boulder. Tem muitas linhas e é possível escalar o dia inteiro procurando a orientação adequada, no meio dia o melhor é ir nos boulders da florestinha (a vegetação proporciona sobra e boas temperaturas em qualquer época do ano)

Bloco do Bigode: Também uma ótima opção para uma escalada rapida, sem aproximação o bloco fica na vera da estrada, varias linhas, quase todas duras pela formação da rocha (negativa de regletes), o melhor é aproveitar o horario de manha cedo ou final de tarde.

Aranha: Setor fechado, não é possivel escalar devido a problema com o proprietario do terreno que da acesso ao setor, infelizmente isto e comum em São Bento do Sapucaí. Esperamos que volte a abrir pois provavelmente era o melhor setor pela quantidade, qualidade e diversidade de linhas assim como o visual priviligiado.

Aerolitos: Setor poco visitado porem com ótimas linhas, por ser no alto da serra o clima acostuma ser mais frio.

Serrano: Setor fechado, não é possivel escalar devido a problema com o proprietário do terreno que da acesso ao setor, infelizmente isto e comum em São Bento do Sapucaí. Esperamos que volte a abrir algum dia.

Cruzerio: Já no município de Gonçalves, este setor tem áreas fechadas onde não é permitido escalar (mesma razão que no Aranha) e áreas onde sim é permitido, muito importante ter o croqui e levar muito cuidado para respeitar as restrições. Dito isto e um setor incrível, por ter bastante vegetação os boulder estão sempre na sombra o que permite escalar o ano inteiro e sempre com temperaturas agradáveis.

Areas: Setor poco visitado pela distancia por estradas de terra mas que tem alguma das linhas mais bonitas da região, com bastante sombra é possível escalar o dia inteiro, aproximação curta mas poco marcada.

Boulder da Vista Aérea: Setor com blocos espalhados, por estar numa região alta o clima e mais fresco mas não tem muita sombra pelo que o melhor é ir de manha cedo, final de tarde ou no inverno. 

Boulder dos Olhos: Na divisa do município de Paraisópolis e Brasópolis, tem um setor na frente da parede das vias esportivas, poco visitado, e um setor com mais possibilidades na parte de trás, muito mais visitado. Acostuma ser quente pelo que é bom ir no inverno ou procurar bem os boulders na sombra.

Croquis e informações mais detalhadas e atualizadas na pagina do Sumba Boulder,

clique no link: http://sumbaboulder.blogspot.com.br/p/importante-acesso.html

Esportiva

Regras básicas para todos os setores de esportiva: Seja educado e cordial com os proprietários dos terrenos, não e permitido escalar a noite então arrume suas coisas e saia do setor antes de anoitecer, NÃO FUME, não faça fogueira ou acenda fogareiros, não é permitido entrada de cachorro.

Falésia da Divisa: O maior setor de escalada esportiva da região, conta com seis sub-setores sendo dois deles poco visitados, a abundante vegetação faz com que seja possível escalar sempre na sombra e em qualquer época do ano, tirando o setor Corujas que fica mais exposto e é melhor escalar de manha bem cedo ou final de tarde. A aproximação e media ou media/longa dependendo do sub-setor escolhido.

Falésia do Serrano: Setor fechado, não é possível escalar devido a problema com o proprietário do terreno que da acesso ao setor, infelizmente isto e comum em São Bento do Sapucaí. Esperamos que volte a abrir algum dia.

Falésia do Chá: O setor se encontra no quintal do proprietário do terreno, pelo que que e necessário redobrar o cuidado, e tratar com respeito e educação a família. É uma ótima opção para quem esta começando e quer se acostumar com o tipo de rocha, agarras e proteções da regão, sombra depois do meio dia e aproximação super curta.

Campo escola: Uma boa opção para quem esta começando, por ter vias fáceis, bem equipadas e sem aproximação, porem fica na vera da Rodovia SP-042 pelo que tem sempre carros passando do lado e a face da rocha onde se encontram as vias não é uma formação natural.

Falésia do Quilombo: Pequena falésia com vias duras (acima do 7a) com aproximação curta, ótima para uma escalada rápida de final de tarde (horário com sombra) ou para finalizar o dia depois de escalar na Falésia do Quilombinho.

Falésia do Quilombinho: O setor mais diversificado, com vias desde 4° até 10a, a parte da direita com as vias mais fáceis pega sol no período da manha, mas a parte da esquerda com mais vegetação, fica na sombra o dia inteiro como a aproximação e curta e fica perto da Falésia do Quilombo é possível conhecer as duas no mesmo dia.

Falésia do Coimbra: Setor poco visitado por causa da aproximação longa, mas com ótimas vias a base fica na sobra mas a parte alta das vias pega sol até final do dia.

Falésia Tião Tino: Pequena falésia com vias duras, (acima do 7a) parede negativa de agarras pequenas, Sempre na sombra por causa da vegetação, aproximação curta porem com bastante subida.

Falésia Vista Aérea: Uma ótima opção para quem gosta de escalada de auto-proteção varias vias mistas com agarras e fendas, sombra no período da tarde e aproximação super curta.

Tradicional

Regras básicas para todos a escalada no Complexo Pedra do Baú: É um Monumento Natural, protegido por leis estaduais, mesmo assim muitos dos acessos são feitos por terrenos particulares então seja educado e cordial com os proprietários dos terrenos.

Complexo Pedra do Baú: Formado por Bauzinho, Baú e Ana Chata tem é um ótimo terreno de jogo para a escalada tradicional e de aventura, com vias desde 3° grau e duas cordadas até vias em artificial e big wall.

Na Ana Chata encontra-se as vias mais fáceis perfeito para se acostumar ao tipo de rocha e proteção e se preparar para encarar as vias do Bauzinho e Baú mais longas e exigentes.

A maior parte das vias estão na face norte pelo que pega sol a partir das 9 ou 11h, dependendo da época do ano, por isso é bom começar bem cedo ou esperar o inverno que é a época ideal também por ser menos chuvosa.

As aproximações e descensos variam muito dependendo do pico e via escolhida, desde 15 minutos até 1,5h

DSC_6693-2
P1300196
P1300946
IMG_20141030_110736
P1260101
GOPR0001xxx
G0010012
P1270426
GOPR0547
P1260709
P1300963
P1260679
DSC03100
P1300102
P1300981
P1300993
P1300764
GOPR0008
P1290622
P1260768
P1260158

Contato e consultas

Whatsapp: +55 11 984390595

E-mail: lunahostelsbs@gmail.com

  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • Instagram Social Icon